13/02/2014

Morte de lutador em lanchonete teria sido motivada por vingança


Local onde ocorreu o assassinato de Guilherme Kioto, segundo lutador de MMA morto em Natal
Vingança é a primeira linha de investigação que a Polícia Civil  trabalha sobre o motivo do assassinato de Guilherme Matos Rodrigues, 30 anos, o segundo lutador de MMA morto num intervalo de 37 horas em Natal. Guilherme “Kioto”, como era conhecido, foi assassinado a tiros de pistola 380 milímetros por volta das 23h17 da noite de anteontem, em frente a loja comercial “Mania de Açaí”, na avenida Ayrton Senna, em Nova Parnamirim.

O delegado Frank Albuquerque (2ª DP - Parnamirim)  afirmou que não descarta nenhuma hipótese sobre a motivação do homicídio, mas considera remota a ligação com o fato de que a vítima respondia judicialmente pelo crime de furto qualificado desde janeiro de 2006, na Comarca de Ceará Mirim.
A primeira hipótese levantada sobre a motivação do crime, segundo delegado, refere-se ao envolvimento recente de “Kioto” e outro lutador de artes marciais numa briga com o filho do dono de uma boate em  Ponta Negra, que ele ainda não tem o nome. Essa informação, segundo  o delegado, será checada com um irmão da vítima. “A gente vai investigar se isso tem a ver com a morte dele ou não”, disse.
Para o Frank Albuquerque “pode ser uma grande coincidência” o assassinato de Guilherme “Kioto” ter ocorrido em seguida à morte do lutador de MMA e professor Luiz de França. O delegado disse ainda não ter elementos que provem que havia uma motocicleta ou um automóvel dando cobertura ao assassino de “Kioto”, como ocorreu no caso de Luiz.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
,