03/05/2014

Italiano, diretor de time de rugby foi morto em Natal

Italiano Enzo Albanese, 42 anos
Foi assassinado a tiros na noite de ontem sexta-feira (2) um dos integrantes da comissão técnica do time Alecrim Rugby, de Natal. Enzo Albanese, de 42 anos, levou vários tiros e morreu na porta de casa. O crime aconteceu por volta das 20h15, na rua Francisco Pignataro, no bairro de Capim Macio, zona Sul da capital potiguar. Segundo a polícia, os criminosos são dois homens que fugiram em um Corolla de cor clara que parou em frente à residência.

“Um deles, usando capacete, desceu do veículo e efetuou os disparos”, confirmou o coronel Francisco Araújo Silva, comandante geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. A dupla fugiu.
Uma mulher que passava pelo local, e que pediu para não ser identificada, contou que o automóvel já havia passado em frente à casa do estrangeiro outras vezes. “Ele estava na calçada da casa dele. O Corolla passou, deu uma volta e retornou. Depois passou de novo. Até que parou na calçada. O italiano falou alguma coisa e tentou entrar correndo, mas um homem de capacete desceu do carro e atirou várias vezes. Depois o carro saiu em alta velocidade”, relatou .
Pistas
Crime aconteceu na rua Francisco Pignatário, no bairro de Capim Macio, na zona Sul de Natal
Segundo informações da Polícia Civil, um dos jogadores do time morava com Enzo, mas estava no banheiro com um notebook ligado e não viu como o crime aconteceu. “Ele contou que ouviu o barulho dos tiros e, quando saiu da casa, já encontrou o amigo estirado no chão”, disse um dos agentes da Delegacia de Plantão da zona Sul de Natal. Por trabalhar como investigador, o policial pediu para não ter o nome revelado. Contudo, o agente revelou que recebeu informações de que o italiano estaria investindo em corretagem imobiliária e que teria discutido recentemente com um outro italiano, também do mesmo ramo de negócios.
Apesar de as investigações estarem começando, a polícia não acredita em latrocínio (roubo seguido de morte). “A motocicleta do estrangeiro estava estacionada na frente da casa e não foi levada. Aliás, os criminosos sequer entraram na casa da vítima”, acrescentou o agente.
Técnico lamenta
O técnico do Alecrim Rugby, o sulafricano Franco Siacshi, de 51 anos, lamentou a morte do colega. Disse ao G1 que Enzo trabalhava com o time fazia aproximadamente 2 anos, era divorciado e teve uma filha com a ex-mulher. “A família dele já foi avisada. Muito triste o que aconteceu com ele. É tudo o que podemos falar neste momento”, disse.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
,