07/05/2015

Cúmplices foram encarregados de vender carro do universitário morto


Depois de desovar o corpo de Máximo Augusto entre Macaíba e São Gonçalo do Amarante, Jean Rocha entregou o Fiat Pálio da vítima a Erick Jonathas, que está preso, e a outra pessoa identificada por Rafael, para que ele fosse vendido.
Os cúmplices ainda negociaram o ar-condicionado, som e a direção por R$ 1.800. E isso foi o que levou a Polícia Civil aos envolvidos no caso. Após o encontro no corpo, no domingo (03), eles abandonaram o veículo. Erick Jonathas foi o primeiro detido e entregou Jean. Caso o carro estivesse registrado como roubado, os responsáveis pela oficina teriam sido autuados como receptadores.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
,