07/05/2015

Pai de estudante morto diz que prisão de suspeito ‘conforta em parte’




Apesar do alívio pela prisão dos suspeitos do crime, o aposentado Máximo Medeiros de Araújo ainda não se conforma com a “maneira brutal” como seu filho Máximo Augusto, de 23 anos, foi assassinado. O universitário foi encontrado morto no último domingo (3) na zona rural de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, após dois dias desaparecido. Dois suspeitos foram presos nesta quarta-feira (6). Um deles confessou ter matado o estudante.
“Em parte conforta, mas independente de qualquer coisa, a forma como ele foi assassinado não justifica nada. Foi de maneira brutal. Nenhum ser humano merece ser morto daquela forma”, afirma o pai.
De acordo com o aposentado, a família vem se recuperando aos poucos. “Vamos retomando a vida da gente. A justiça decide isso. Eu acredito na justiça e em Deus, assim como sempre acreditei que a polícia resolveria o caso”, disse o G1/RN.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
,