05/06/2015

'Especialista em fugas' escapa mais uma vez, confirma diretor de Alcaçuz


O detento Anderson Carlos Inácio do Nascimento, de 30 anos - que até o final da manhã desta sexta-feira (5) era tratado como desaparecido - agora é oficialmente considerado foragido. Apontado como um 'especialista em fugas', ele escapou da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, a maior unidade prisional do Rio Grande do Norte, por um túnel descoberto no sábado passado, dia 30 de maio. Esta é a sexta vez que Anderson foge da cadeia. 

Em nota, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) informou que Anderson Carlos Inácio do Nascimento é natural de Arez, e que cumpre pena por roubo, assalto e porte ilegal de arma de fogo, além de confirmar que as buscas pelo corpo dele, dentro do túnel, foram suspensas. Desde sábado, dia 30 de maio, a Sejuc vem empregando meios para identificar se o preso foi soterrado no túnel cavado ilegalmente, sob o presídio ou está em fuga. Foram usadas duas pás mecânicas, de tamanhos diferentes, além de escavação manual, com a presença de engenheiro, no local. Não tendo encontrado o corpo do referido apenado, a Sejuc registra como foragido Anderson Carlos Inácio do Nascimento”, afirmou. 

A fuga de Anderson Carlos só não havia sido confirmada no próprio dia 30 porque, segundo o diretor Eider Brito, havia a possibilidade de o apenado ter sido soterrado e morto. É que parte do túnel, que escavado a partir do Pavilhão 4, desmoronou quando os presos tentavam escapar. "Depois que fizemos a recontagem, verificamos que faltava um preso. E foram os próprios colegas de cela que disseram que o Anderson poderia ter sido soterrado", explicou Brito. 

Desde então, militares do Corpo de Bombeiros e os próprios agentes penitenciários de Alcaçuz passaram a procurar pelo desaparecido. "Como não encontramos nenhum corpo dentro do túnel, agora podemos afirmar que ele realmente escapou", afirmou o diretor.

Fonte: G1/RN
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
,