24/06/2015

Senado instala comissão para analisar reforma política

A Comissão Especial da Reforma Política será presidida pelo senador Jorge Viana, do PT do Acre, e terá a relatoria do senador Romero Jucá, do PMDB de Roraima. O colegiado vai organizar as propostas que podem ser votadas em Plenário, tanto as de iniciativa dos senadores quanto dos deputados. A comissão também quer se adiantar e começar a tratar de temas que ainda estão na Câmara para que quando chegarem ao Senado a discussão já esteja avançada. Jorge Viana disse que é preciso haver sintonia entre as duas casas e começar por propostas sobre as quais possa haver consenso, como financiamento de campanha.
“Que a gente possa, até 17 de julho, ter votado o que for possível. O desafio é grande. Nós não podemos nos dispersar. Temos que trabalhar com alguns temas onde se possa ter um consenso e que tenham de fato substancia, do ponto de vista da organização partidária, do custo das campanhas, que são abusivos, hoje. E tem que ter um entendimento mínimo entre Senado e Câmara”, disse o senador Jorge Viana.
(Para Romero Jucá, o custo de campanhas eleitorais deve ser um dos primeiros pontos a ser discutido. Ele ressaltou que a reforma política deve ser verdadeira e corresponder à vontade da sociedade.
“Nós entendemos que a reforma política ela tem de ser mais audaciosa e tem que ser mais ligada com a aspiração da população. Portanto, nós vamos aqui avançar bastante, apesar do pouco tempo que nós temos. Então, nós queremos reduzir o custo da campanha, nós queremos modernizar as campanhas, democratizar as campanhas e fazer com que, efetivamente, a reforma política seja transformadora, seja, efetivamente um novo procedimento que a sociedade possa aprovar”, afirmou Romero Jucá.
Segundo informou a Rádio Senado, a primeira reunião do colegiado será na próxima terça-feira, em que será apresentado o cronograma das propostas que serão votadas até 17 de julho, quando começa o recesso parlamentar.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
,