16/06/2015

Zagueiro é indiciado por formação de quadrilha e roubo

O jogador de futebol Jonatas Thiago da Silva Lima, de 22 anos, conhecido como 'Thiago Potiguar' foi indiciado pela Polícia Civil por roubo e formação de quadrilha. O zagueiro do Palmeira de Goianinha, cidade da região Leste do Rio Grande do Norte, foi preso no dia 21 de março suspeito de ter assaltado a casa de dois policiais civis na praia de Barreta, no litoral Sul do estado.
De acordo com o delegado que presidiu o inquérito, Vicente Gomes de Carvalho, "não resta dúvida de que o jogador é autor do crime". Thiago Potiguar nega.
O assalto aconteceu no dia 4 de fevereiro. O casal de policiais civis - donos da residência assaltada - reconheceu o jogador como um dos homens que entrou na casa e cometeu o crime. Na oportunidade, os assaltantes levaram armas, munições e outros pertences. "Ele tem a garantia constitucional de negar o crime, mas as evidências são muitas. Ele foi reconhecido pelas duas vítimas e uma parte do material roubado foi encontrado em uma casa que ele frequentava na Zona Norte de Natal. Não há dúvidas sobre a autoria dele", disse o delegado.
O atleta foi preso enquanto comemorava a vitória do seu time sobre o Baraúnas, de Mossoró, e a classificação para o segundo turno do Campeonato Potiguar. Os agentes da Polícia Civil - que assistiram ao jogo em um camarote - desceram até o gramado do estádio Nazarenão, em Goianinha, com o mandado de prisão em mãos.
No dia da prisão o jogador afirmou na Delegacia de Plantão da Zona Sul que era inocente e tinha como provar. Ele alegou que foi confundido com o irmão. "Tenho como provar que no dia 4 de fevereiro - dia do assalto - estava concentrado no clube. Meu irmão está morando na Bahia", disse à época.
O jogador está preso no Centro de Detenção Provisória do Potengi, na Zona Norte de Natal.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
,